Desaparecida


Andei sumida daqui. Após a postagem abaixo minha mãe me fez uma divertida visita, foi para a Argentina, voltou para Itaipava e não consegui vê-la mais desde a visita abaixo. Morreu dormindo, uma mulher jovem, forte, no auge da felicidade. Ainda estou sem palavras. Por isso não tenho escrito aqui...
Quem sabe um dia consiga recuperar as forças para escrever e outras tarefas menos fundamentais. Por hora minha libido só dá conta do básico e olhe lá!
Até o dia da melhora...espero que chegue logo porque está doendo abeça.
Agora as cocas são todas minhas, mas eu não as quero mais.

O Sol nasce para todos...


Tenho um linda estória de amor com o Sol...mesmo detestando dias ensolarados.
Meu astro predileto, embora me torre no verão.Gosto de saber que ele está lá, todos os dias, ainda que não possa vê-lo.
Sei que ele é uma Estrela, como outra qualquer, mas ele é a única que eu realmente amo.
Talvez seja por que ele brilha para todos...

Ministério da Pesca - juro que não é piada!


Para os, que como eu, perderam a conta dos ministérios, eis que surge o inusitado ministério da pesca. Vou usar minúscula mesmo, são tantos que nem valem a maiúscula. Nunca cheguei a compreender o processo que tornou nosso (E)stado tão inchado. Sou advogada e entre artigos e incisos não faço a mais remota ideia do número de itens da nossa constituição. Ao longo de meus estudos sempre achei engraçado que nossas leis fossem tão bizarras e contraditórias entre si, ao ponto de nada concordar com nada e de cada parágrafo servir única e exclusivamente para satisfazer o desejo de um ou outro político dentro do jogo de toma lá da cá da política nacional e sem a menor preocupação com a coerência ou a funcionalidade. Tal aberração foi que o que acabou por gerar gerou uma infinidade de processos eternos que vão para o supremo, onde só chega quem tem dinheiro e mesmo assim depois de uns 10 anos do processo iniciado, dependendo da má fé do advogado. Podemos arrastar um processo por anos com embargos e coisas no gênero. O supremo só deveria julgar questões relativas à a constituição, entretanto, absolutamente tudo é matéria constitucional.Me achava calejada, enfim, nas idiossincrasias do superinchado Estado brasileiro. Achava mesmo que nada me surpreenderia. O ministério da pesca e aquicultura (???) está aí para me mostrar que ainda tenho muito imposto a pagar antes de alcançarmos o fundo do poço onde os "amigos" do Estado dividem o espólio como carniças, enquanto aqueles que pagam a conta, como eu e você, se viram por conta própria.
Comentário do ministro da pesca sobra a importância de seu ministério:: 'Pescar é uma atividade que dá prazer'.
Ótima explicação, não é mesmo? Aparentemente o preparo do ministro faz jus ao ministério que ocupa.

Adooooro!!! Um clássico!